Viver a Figueira 12 meses por ano

O QUE FAZER NA FIGUEIRA DA FOZ DURANTE O FIM-DE-SEMANA | 19 A 21 DE JANEIRO

0 gostos

_sit_palco

Uma das propostas para este fim de semana passa por fazer uma viagem no tempo. Vamos?
Mais do que um espetáculo teatral, “1904” é uma viagem pelos recantos da história da Sociedade Instrução Tavaredense (SIT), onde as origens, o percurso, as personalidades marcantes e as aspirações para o futuro se entrelaçam.

Os momentos emblemáticos da SIT ganham vida no palco, transportando a plateia para épocas distintas, onde paixão pelo teatro e a dedicação à comunidade são os alicerces.
Com encenação de João Miguel Amorim, “1904”, uma peça que reúne textos de diversos escritores universais, regressa este sábado, dia 20, às 21h30, ao palco do Teatro José da Silva Ribeiro, num evento inserido na comemoração do 120.º aniversário da Sociedade de Instrução Tavaredense.
Pode adquirir bilhete na sede da SIT, em Tavarede, diariamente, das 13h00 às 15h00 (e de segunda a sexta-feira também das 20h00 às 21h30) ou através do telemóvel 916 875 168 ou e-mail sit@sapo.pt

TEATRO NO CAE: 2:22 UMA HISTÓRIA DE FANTASMAS
“2:22 Uma História de Fantasmas” é um thriller sobrenatural com um enredo brilhante, intrigante e cheio de adrenalina que sobe ao palco do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz esta sexta-feira, dia 19, pelas 21h30. Escrito por Danny Robins, premiado autor e criador do podcast de sucesso da BBC “The Battersea Poltergeist”, é um dos maiores sucessos dos últimos tempos no West End, em Londres. A versão portuguesa conta com encenação de Michel Simeão e é protagonizada por Ana Cloe, Joana Seixas, João Jesus e Pedro Laginha.

Bilhetes à venda no CAE e na Ticketline: https://ticketline.sapo.pt/evento/2-22-uma-historia-de-fantasmas-78794

TEATRO: MONÓLOGOS DO PÉNIS NO CASINO
Dias 19 e 20 de janeiro, respetivamente sexta-feira e sábado, às 22h, o Salão Caffé do Casino Figueira volta a receber a comédia “Monólogos do Pénis” com Ricardo Carriço e Ricardo Castro. Uma Comédia malandra sobre o Universo masculino que tem esgotado salas em todo o país com Ricardo Carriço e Ricardo Castro. O que dois amigos falam quando se juntam numa esplanada…sem mulheres?
O texto original é do autor brasileiro Carlos Eduardo Novaes. No Brasil, foi vista por mais 1,5 milhões de espectadores e esteve em cena durante mais de uma década. A adaptação portuguesa foi feita por Luís Filipe Borges, com encenação de Paulo Cintrão. Uma Comédia malandra a não perder para toda a família!
Bilhetes à venda aqui: https://www.casinofigueira.pt/animacao/monologos-do-penis/491/

EXPOSIÇÃO: O MAR É A NOSSA TERRA | VISITA COMENTADA E APRESENTAÇÃO LIVRO
Sábado, dia 20, às 15h00, no Meeting Point: visita comentada à exposição e apresentação do livro “Arquitectura do Bacalhau» pelos autores André Tavares (arquiteto e investigador) e Diego Inglez de Sousa (arquiteto e investigador).

TEATRO: SEXTA-FEIRA 13 NA SOCIEDADE FILARMÓNICA PAIONENSE
O grupo de teatro Animarte da Sociedade Filarmónica Paionense apresenta, sábado, dia 20, às 21h30, a comédia “Sexta-Feira 13”! Os bilhetes são adquiridos no próprio dia na bilheteria.

TRADIÇÕES: ROMARIA DE SANTO AMARO
A Capela de Santo Amaro, na Serra da Boa Viagem, abre domingo, dia 21, para lembrar a antiga romaria ao Prazo de Santa Marinha. Depois da Eucaristia, ganha destaque a atuação do Rancho Dos Pauliteiros da Serra da Boa Viagem.
A iniciativa é uma organização da Comissão da Festa Do Senhor 2024 com o apoio da Freguesia de Quiaios.

Se tem conhecimento de algum evento/atividade, envie-nos a informação para geral@meetfigueira.com ou pelo WhatsApp 914 179 600. Obrigado pela sua colaboração em divulgar os eventos do nosso concelho!

BOM FIM DE SEMANA!

0 gostos

OUTROS ARTIGOS

Mosteiro de Seiça inauguração 26 de janeiro 2024

Mosteiro de Seiça renascido: Um Novo Marco Turístico na Figueira da Foz

O Mosteiro de Seiça, imerso na rica tapeçaria histórica e cultural da Figueira da Foz, é um Monumento Nacional que evoca não apenas a história religiosa e monástica de Portugal, mas também as vicissitudes de um legado secular. A sua origem remonta ao século XII, sendo um testemunho da influência dos monges de Cister na região. Este monumento, outrora palco de fervor religioso e refúgio de contemplação, viu-se, ao longo dos séculos, vítima do esquecimento e da ruína. Em janeiro de 2024 renasceu das “cinzas” em todo o seu esplendor e passa a ser paragem obrigatória nos passeios turísticos figueirenses.

Ler Mais »

AUTOR

QUERO